Compartilhar esta página

Grande inovação: TOMRA Sorting Recycling atinge produção de Twich com baixo magnésio a partir de Zorba

Líder global em sistemas de seleção baseados em sensores, a TOMRA Sorting Recycling, é conhecida por liderar os desenvolvimentos tecnológicos e sua mais recente inovação não é exceção. A TOMRA aprimirou ainda mais as unidades X-TRACT para remoção de magnésio, uma solução inovadora à base de raios-x que pode separar magnésio do alumínio em produtos como Zorba e Twitch.

28 abril 2020

Com taxas de pureza consistentemente altas de 99% sendo alcançadas com testes em campo realizados nos EUA, o material pode ser tratado e comercializado pois atende aos rigorosos requisitos de qualidade dos clientes

Zorba_008_low

Os EUA geram cerca de 4 milhões de toneladas de Zorba anualmente, que normalmente contêm entre 2% e 4% de magnésio. Historicamente, os processadores de sucata exportaram a maior parte desse material para a China, mas as mudanças nas políticas de importação de sucata da China em relação à pureza e às tarifas comerciais criaram barreiras significativas à exportação nos últimos dois anos.

Essas limitadas oportunidades de exportação resultaram em um excedente de sucata de Zorba nos EUA e em uma crescente necessidade do mercado de produzir material recuperado pronto e com pureza que permite que seja comercializado e utilizado no mercado americano. O desafio que os processadores de sucata enfrentam, no entanto, é que as fundições secundárias de alumínio nos mercado americano exigem que o alumínio da Zorba contenha magnésio muito baixo de 0,5% em peso.

Até agora, a única maneira de tratar a Zorba para a remoção de contaminantes como o magnésio era uma operação em dois estágios, em que a maioria dos metais pesados era separada da sucata trituradora, seguido de um processo densimétrico adicional em que o magnésio e os plásticos de alta densidade flutuam. Historicamente, os processos densimétricos são difíceis de gerenciar, exigem uma grande área ocupada, podem ser relativamente instáveis e caros porque o custo operacional por tonelada é relativamente alto.

Agora, o upgrade do X-TRACT da TOMRA para remoção de magnésio oferece uma alternativa confiável, robusta e econômica para a separação densimétria. O sistema usa a tecnologia TOMRA XRT existente, mas em uma nova configuração, para que seja capaz de identificar materiais de diferentes níveis de densidade e separar magnésio do alumínio para criar produtos prontos para fornos, incluindo Twitch com baixo magnésio, em granulometrias de Zorba de 5-120 mm.
 
Magnesium_x-ray

Esse grau de separação de finos simplesmente não pôde ser alcançado usando o processo de separação densimétrica. E, até então, nem seria possível usar a tecnologia de seleção baseada em sensores da TOMRA, porque o magnésio tem densidade muito semelhante ao alumínio, para que a tecnologia reconhecesse a diferença entre os materiais. Agora, os recursos e a combinação da tecnologia de Raio-X usada em nosso X-TRACT fazem com que essa seja de longe a solução mais consistente e precisa até o momento.
X-TRACT
Brian Gist, Diretor Global de Vendas de Metais da TOMRA Sorting Recycling, comenta: “Estamos entusiasmados em ser a primeira empresa do mundo a criar produtos prontos para fornos, incluindo Twitch de baixo magnésio, em toda variedade de granulometria, descartando a necessidade de processar Zorba em processo densimétrico. Existe, sem dúvida, um forte mercado interno nos Estados Unidos para produção de Twitch de baixo magnésio, mas os processadores de sucata simplesmente não conseguiam acessá-lo até agora devido aos requisitos de alta pureza das fundições de alumínio secundário dos EUA. Agora, com a configuração exclusiva de nossos equipamentos de Raio-X, reduzimos bastante as barreiras comerciais e operacionais para a triagem desse material e podemos oferecer uma alternativa comprovada para substituir a tecnologia da planta para separar o magnésio do alumínio. Os resultados dos testes de campo até o momento foram extremamente positivos em relação à confiabilidade da máquina, robustez e estabilidade de seleção.

“Existem muitos outros benefícios para os clientes, incluindo o acesso a mercados domésticos novos e crescentes, o aumento do valor de mercado do alumínio, a minimização de perdas de material e a redução considerável de sua dependência de triagem manual cara e arriscada. O upgrade do X-TRACT para remoção de magnésio é uma solução ideal para operadores pequenos e grandes. Para operadores menores, em vez de ter que vender seu material a baixo custo para empresas maiores para processamento adicional, investindo em apenas uma máquina, eles podem comercializar 99% de alumínio isento de magnésio no mercado americano e lucrar com vantagens de preço notáveis - opção mais lucrativa do que vender seu material para operadores maiores”.